Potiguar homenageia São Luís com coleção exclusiva e limitada de azulejos

Nessa quinta – feira (22.09), às 17h na sede da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico de São Luís (FUMPH) na Rua Portugal, o Grupo Potiguar celebra o lançamento oficial da coleção “Azulejos”; fabricada sob demanda para celebrar os 410 anos de São Luís. Essa ação é mais uma declaração de amor à capital São Luís, dessa empresa maranhense e que conta com 41 anos de atuação, na liderança do varejo de home centers no Maranhão.

Valorizar a cultura maranhense também está no DNA da Potiguar, que além de apoiar artistas e eventos culturais, promove ações que contribuem para elevar a estima e o sentimento de pertencimento dos ludovicenses à bela Ilha do Amor. E nesses 410 anos de São Luís – que há 25 anos é Patrimônio da Humanidade por seu rico acervo arquitetônico e colonial – nada mais representativo que esse presente temático.

Trata-se de uma edição limitada de quatro azulejos com inspiração colonial, com nomes de cidades portuguesas. Essa coleção foi desenvolvida pela fábrica Pierini sob encomenda para a Potiguar. E já está à vendas em todas as lojas do Grupo. É uma oportunidade para os ludovicenses usarem algo tão bonito e ao mesmo tão histórico em suas reformas e construções. A coleção é lançada em parceria com a Fundação Municipal de Patrimônio Histórico de São Luís (FUMPH).
A coleção de revestimentos temáticos é composta por quatro modelos de azulejos no tamanho de 15 cm x 15 cm, com nomes alusivos às cidades portuguesas: Loures; Cascais, Sines e Lagos. E são ideais para uso em piscinas, lareiras, fachadas, churrasqueiras, cozinhas, banheiros, áreas externas e internas.

Vale lembrar que, segundo historiadores, os azulejos coloniais portugueses além de lindos, serviam para minimizar a sensação térmica, reduzindo o calor nos imóveis. Os portugueses resolveram revestir as fachadas com azulejos, pois esse era o material que mais atenderia às condições climáticas da região. Ou seja, resistente ao verão muito forte e às fortes chuvas do verão, funcionando como um isolante térmico.

O Grupo Potiguar também é uma das empresas apoiadoras da iniciativa da Prefeitura de São Luís, a campanha e selo “São Luís Patrimônio Mundial – 25 Anos”. Esse selo faz referência aos azulejos que compõem as construções coloniais – presente nas fachadas e no interior dos imóveis do Centro Histórico.

 

(Com informações da Assessoria)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos