Dança em Trânsito abre inscrições para oficinas de dança em São Luís

Festival oferece ações formativas gratuitas para intercâmbio cultural entre artistas participantes e público local

O festival Dança em Trânsito será realizado em São Luís de 24 a 26 de novembro, com apresentações de companhias de dança e artistas nacionais e internacionais. A programação será completamente gratuita.

Mas, além dos espetáculos, o festival também realizará ações formativas. As oficinas são encontros pontuais com artistas que participarão do festival na intenção de promover intercâmbio cultural com o público em geral, com diferentes níveis de técnica e conhecimentos de dança.

Em São Luís serão realizadas duas oficinas. A primeira será no dia 24 de novembro, ministrada pela bailarina e coreógrafa Flávia Tápias, no Teatro Arthur Azevedo, das 11h às 13h. Intitulada Oficina de Dança contemporânea/Método Tápias, a atividade propõe aos participantes que aprendam a transformar movimentos em uma escrita orgânica. Além do trabalho corporal, o Método Tápias também transforma o aluno, estimulando seu próprio potencial criativo, com conteúdo, prática, pesquisa e formação de ideias.

No dia 26 de novembro será a vez da oficina Do Solo para o Fluxo, que será ministrada pelo dançarino e coreógrafo da Espanha, Kiko López, de 10h às 12h, no auditório do Centro Cultural Vale Maranhão. A ideia da oficina é iniciar a sessão com um trabalho bastante interno, onde o uso do tempo é importante para gerir a evolução de um determinado padrão. A partir da consciência, propõe ouvir o corpo para facilitar a fluidez das estruturas.

As inscrições para as oficinas já estão abertas e podem ser realizadas por meio do site https://www.dancaemtransito.com.br/oficinas. É recomendado que os participantes possuam algum conhecimento em técnica de movimento, como estudantes, universitários e profissionais de dança em suas diversas modalidades.

Durante as oficinas serão adotadas medidas de distanciamento e os participantes deverão estar sempre de máscara.

 

A programação completa do Festival Dança em Trânsito em São Luís está disponível em https://www.dancaemtransito.com.br/sao-luis-ma.

 

Sobre os oficineiros

 

Flávia Tápias é coreógrafa, intérprete, diretora de movimento e professora de dança contemporânea graduada pela Faculdade Angel Vianna no Brasil, integrante do Grupo Tápias desde 1998, no qual atua hoje como diretora. Diretora artística do Festival Tápias, diretora e curadora junto à Giselle Tápias dos festivais internacionais de dança contemporânea Dança em Trânsito e Correios em Movimento, realizados no Brasil. Atua como professora de técnica de dança contemporânea/Método Tápias e composição coreográfica em diversos festivais e mostras internacionais. Nestes últimos anos se apresentou em Portugal, França, Itália, Bélgica, República Tcheca, EUA, Coreia do Sul, etc. Atou como diretora de movimento e coreógrafa em diversos eventos corporativos tais como: Rock in Rio; Vet in RIO; Moda em Movimento; Verão no Rio ZOO; Prêmio Brasil Olímpico, entre outros.

Kiko López é bailarino e coreógrafo valenciano radicado em Barcelona. É diretor fundador da Companhia Nouvas, da Espanha formado em Hiphop, Dança Contemporânea, Dança Tribal, Jazz Moderno no Alvin Ailey American Dance Theatre, Debbie Reynolds Studio, Company & Company, Deltebre Dance e muito mais. Deu aula nas principais instituições urbanas e contemporâneas espanholas, bem como no Brasil, Itália, Rússia, Cuba, Grécia, Portugal, França e Irlanda. Hoje trabalha com Physical Momentum (México), Lali Ayguadé, Kulbik Dance Company, Dblock e Indee Styla (Espanha). Atualmente, ele está trabalhando com Iseli-Chiodi Dance Company (Irlanda), Dani Morales (Espanha) e Diego Sinnigier Inmotus (Espanha).

Foi premiado pelo seu próprio trabalho em “The best On Spain”, “Certamen Burgos – New York com a peça de dança ‘Djama’”, e também com a Kulbik Dance Company, ganhou prêmio no prestigioso show de talentos “Tu Síque Vales”.

DANÇA EM TRÂNSITO – 19ª edição

De 6 de novembro a 19 de dezembro de 2021

Programação completa e inscrições: www.dancaemtransito.com.br

Apresentação: Ministério do Turismo

Apresentação e Patrocínio: Banco do Brasil, Instituto Vale, Engie e Volkswagen

Direção geral: Giselle Tápias

Direção artística e curadoria geral: Giselle Tápias e Flávia Tápias

Direção de Produção: Espaço Tápias

Coordenação geral e contatos artísticos: Letícia Kaminski

Produção: LIMENTO

Equipe de streaming: André Monteiro

Redes sociais: INOVA BRAND

Programação do site e suporte de TI: João Rodrigues Stebanez           

Design Gráfico e web design: Fernanda Vallois | TRUQUE

Tradução e revisão dos textos: Letícia Kaminski

Fotografia e vídeo: Fernanda Vallois | TRUQUE

Equipe de apoio: Spectaculu Escola de Arte e Tecnologia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos