Beco Cultural promove encontro geracional na Nauro Machado

Célia Leite

As cantoras Célia Leite e Milena Mourão fazem a ponte geracional da música maranhense na abertura do projeto Beco Cultural na próxima sexta-feira, 17, na Praça Nauro Machado, a partir das 18 horas. Com a proposta de confraternizar gerações no palco, o projeto é chancelado pelo Governo do Estado do Maranhão, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio do Mateus e realizado Pelo Pé no Chão.

Milena Mourão

O Beco Cultural será um espaço multicultural aglutinando diversos segmentos da arte e manifestações da cultura popular do Maranhão, sendo realizado mensalmente no mesmo espaço durante três meses. As próximas edições estão agendadas para os 14 de janeiro e 11 de fevereiro. Na programação dessa estréia, como o grupo Abanjá, Orquestra Jovem do Maranhão João do Vale, Afrobuk, sarau com a poeta Preto Lekti, performance teatral “Passagem” e DJ Maguelo.
O projeto pretende promover a integração entre jovens artistas e nomes reconhecidos no cenário cultural do estado, fortalecendo vínculos artísticos e culturais. Além de incentivar novos talentos à apresentação do seu trabalho a um público identificado com a tradição cultural de São Luís, o Beco Cultura contribui para esquadrinhar o mosaico cultural tradicional e contemporâneo da cidade.
Na intenção de promover o intercâmbio entre artes, a programação do Beco Cultural diversifica expressões, destacando sem distinção os variados modos de produção artística. Desta forma se encontram no mesmo espaço manifestação da literatura, com representantes do movimento poético da cidade; do teatro, folclore e a música.
“Nossa idéia é dinamizar a cultura estendendo essa ponte entre as antigas gerações de artistas consagrados ou não e os talentos emergentes, que estão em busca de abrir espaços para se mostrar ao público. Enfim, o objetivo principal é promover a democratização da cultura nesse momento tão carente de compartilhamentos”, explica a produtora Ópera Night, idealizadora do projeto.

One Response

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos