Representatividade sonora, visual e pessoal em novo clipe de Liz

A artista maranhense Liz lança faixa e clipe REZA em parceria com Mc Belle e com mais uma produção da Nume Records.

“Reza” carrega uma identidade sonora que mistura o contemporâneo com o ancestral, a faixa que teve á frente da produção novamente a parceria entre Liz e Jota SF, carrega influências do trap, hip-hop e rap, com referências das tradições de matriz africanas, como o tambor, o terecô e as encantarias, tudo isso para passar um recado necessário e urgente: Não dá mais para tolerar os intolerantes.

A parceria com Mc Belle nasce do encontro artístico e ancestral de duas artistas maranhenses, que compactuam da energia do feminino ancestral africano, além da sincronia total na sonoridade do beat, da musicalidade de Liz e da força das rimas de Belle.

Com o clipe em processo de finalização e lançamento marcado para 28/02, REZA chega como uma afirmação artística e pessoal dos artistas envolvido.

SOBRE O CLIPE

Gravado em um casarão histórico do centro de São Luís, com produção, equipe técnica e elenco em sua maioria de pessoas pretas, o trabalho tem o objetivo de dar protagonismo a quem vive os impactos da intolerância de diversas formas.

Visualmente, REZA, mostra a força que tem o encontro de potências com a mesma força ancestral. Para quem ouve, a obra é um convite para a reflexão sobre o respeito e a tolerância.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

DIÁRIO DE BORDO NO JP

Vanessa Serra é jornalista. Ludovicense, filha de rosarienses.

Bacharel em Comunicação Social – habilitação Jornalismo, UFMA; com pós-graduação em Jornalismo Cultural, UFMA.

Atua como colunista cultural, assessora de comunicação, produtora e DJ. Participa da cena cultural do Estado desde meados dos anos 90.

Publica o Diário de Bordo, todas as quintas-feiras, na página 03, JP Turismo – Jornal Pequeno.

É criadora do “Vinil & Poesia” que envolve a realização de feira, saraus e produção fonográfica, tendo lançado a coletânea maranhense em LP Vinil e Poesia – Volume 01, disponível nas plataformas digitais. Projeto original e inovador, vencedor do Prêmio Papete 2020.

Durante a pandemia, criou também o “Alvorada – Paisagens e Memórias Sonoras”, inspirado nas tradições dos folguedos populares e lembranças musicais afetivas. O programa em set 100% vinil, apresentado ao ar livre, acontece nas manhãs de domingo, com transmissões ao vivo pelas redes sociais e Rádio Timbira.

PIX DIÁRIO DE BORDO SLZ
Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arquivos